22 de ago de 2011

TEMPO VORAZ



























TEMPO VORAZ
Sonia Pallone
 
"...As sombras das palavras caminham tomando formas,
e constroem desfiladeiros de
 silencios introspectivos em mim...
O relógio gira muito rápido e repete,
num sinônimo cruel,
que a vida é  curta e eu não quero me deixar
sugar pela voracidade do tempo...
Por isso , ceguei meu coração 
para novos amores
e sentimentos outros 
que aqueçam minh'alma...
Tudo isso acelera o que me resta
e sendo assim, faço das horas mornas
o altar onde rezo a oração da minha vida..."





10 de ago de 2011

SENSAÇÕES


*
*
*
*
*



Sensações
Sonia Pallone


"...É noite alta,
 e as coisas tomam uma forma melancólica 
de abandono ...

Olhando pela janela,
vejo a neblina tapando as estrelas  e ofuscando a lua, escondida por trás das nuvens carregadas...

Sinto-me assim...

Intensa e opaca,
 sem distinção de matéria e espírito...

Apenas viva.

Pulsando displicente,
 num rítmo desafinado...
De  colorido ausente 
e alegria sem riso..."


4 de ago de 2011

INFÉRTIL






INFÉRTIL
Sonia Pallone
 
"...Achei a sorte bêbada
escondida atrás do muro
Seus olhos ardilosos
fecharam-se como se fosse 
um diário usado e faltando folhas...

Por novas linhas hiberno,
desespero,
e a noite passa pela vidraça
enquanto as  coisas  trafegam
estampando sombras incompreensíveis
 à minha  volta...

As feras manipulam
suas garras em frente ao espelho
e, desumanamente,
 cravam-nas em minha
 inspiração, sufocando-me as palavras...

Ecoa, no escuro dessa madrugada,
apenas o grito implodido
desse meu verso aflito..."
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...