24 de mai de 2017


É ASSIM A VIDA - 

Soni@Pallone (ouvindo C'est La Vie)


"...A vida é isso... um coração batendo forte, acelerado, descompassado às vezes...Depois as horas se multiplicam, o tempo se desgasta e o velho coração cansa... O colorido se torna nublado, as luzes se tornam apenas brilhos tímidos e as visões se confundem...Os reflexos da memória cobram exatidões,mas tudo se perde na distância incomensurável dos anos...Aí, fica a tristeza...a companhia cruel e ruidosa da solidão...o silêncio insuportavelmente pesado e esmagador... Tudo ruindo em volta. Presságios doloridos. A esperança de não desesperar. A vida dizendo como ela é..."



7 de mai de 2017

Série Curtinhos 710

Série Curtinhos 710

Soni@Pallone


"...Faz frio e a noite tem a forma melancólica de abandono e nostalgia...Olhando pela janela, vejo a neblina tapando as estrelas e ofuscando a lua escondida por trás das nuvens carregadas ...Sinto-me assim...Pulsando sem ritmo. De sorriso triste e alegria fabricada..."


23 de mar de 2017

SÉRIE CURTINHOS 709


SÉRIE CURTINHOS 709
Soni@Pallone



"...A música traz de dentro fotografias tão vivas que me faz pensar que a paisagem da alma não envelhece..."

19 de mar de 2017

NO BALANÇO DA VIDA


NO BALANÇO DA VIDA

Soni@Pallone


     Na ferida antiga escrevi seu nome, assim como faz o tatuador quando desenha na carne dolorida...E me expus escorrendo palavras que te chamavam sem que você as ouvisse...
      Hoje sou eu quem não te ouve, e temo essa ausência em meu coração... Esse vazio de cores violentas que ferem meus olhos e tiram-me o sentido... Escuto o murmúrio do vento que me canta um acalanto enquanto os segundos se escoam docemente no relógio à minha frente. 
        Sinto-me como se estivesse num vasto parque onde pessoas como eu se balançam ao léu da vida. Existem os que sorriem desse momento e outros que maldizem o movimento...
     Estou entre um e outro enquanto permito que palavras continuem escorrendo, se expondo e se escondendo, no mesmo ritmo da balança, que vai e vem sem destino...

17 de mar de 2017

PALAVRAS VAZIAS


PALAVRAS VAZIAS
Soni@Pallone

Palavras vazias e discursos programados 
é o que mais se ouve hoje em dia...
Cadê a sensatez do silêncio? 
É tanto barulho
 que a gente não consegue mais ouvir 
além das palavras...
O eco da poesia emudeceu...
Foi esmagado pelo supérfluo das bocas pobres...
Das falas inúteis...

18 de fev de 2017

SÉRIE CURTINHOS 708




Série Curtinhos 708

Soni@Pallone


"...Toda vez que chove,
eu sinto imenso
esse choro do céu ...
E respiro poesia
como se fosse cheiro 
de terra molhada..."


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...