10 de ago de 2011

SENSAÇÕES


*
*
*
*
*



Sensações
Sonia Pallone


"...É noite alta,
 e as coisas tomam uma forma melancólica 
de abandono ...

Olhando pela janela,
vejo a neblina tapando as estrelas  e ofuscando a lua, escondida por trás das nuvens carregadas...

Sinto-me assim...

Intensa e opaca,
 sem distinção de matéria e espírito...

Apenas viva.

Pulsando displicente,
 num rítmo desafinado...
De  colorido ausente 
e alegria sem riso..."


31 comentários:

OceanoAzul.Sonhos disse...

Intenso seu poema, onde os sentimentos se misturam com a melancolia da noite.

Sempre um prazer lê-la.

Um beijinho
oa.s

Rô... disse...

oi Sonia,

e tem dias que o cinza toma conta de nós,
por isso,sempre procuro olhar acima das nuvens,
lá o brilho das estrelas e a luz da lua, são constantes...

beijinhos

EDER RIBEIRO disse...

Melancólico e belo a forma da escrita. Me peguei neste verso: sem distinção de matéria e espírito, é para pensar.

Menina no Sotão disse...

E eu me sinto suspirando sensações diversas a partir de tuas palavras. rs

bacio

Evanir disse...

Amiga Sonia talvez tenha lido meu pensamento estou exatamente como seu poema .
Como você escreve lindo amada com sentimento profundo.
Estou tentando voar como a Aguia voar por cima do sofrimento.
Deus abençoe seu carinho é tudo que preciso no momento.
Bjs no coração pra sempre sua amiga,Evanir.

Sonhadora disse...

Minha querida

Como sempre os teus poemas falam tanto de mim...um grito de ausência no teu belo poema.

Adorei e deixo um beijinho com carinho

Vera Lúcia disse...

Querida Sonia,
Seu poema é de uma beleza ímpar.
A melancolia que dele se extrai é
própria da noite, quando nossos
sentimentos pulsam com inquietude.
Beijos.

✿ chica disse...

Lindas e intensas sensações!beijos,chica

Sueli disse...

Um urso enquanto hiberna, continua vivo. Quando desperta, tem suas forças revigoradas. É bom "hibernar" de vez em quando... Por outro lado, podemos não enxergar a lua, mas nunca duvidamos que ela continua lá. Dilícia ler você, amiga!

Malu disse...

Hoje estou passando apenas para lhe fazer um convite.
Estou falando do www.superlinks.blog.br que é um site agregador que vale a pena visitar, pois é mais um espaço no qual você poderá publicar seus links de matérias, pois é um site sério e com critérios bem positivos.
Espero que goste da dica.
Um grande abraço

José María Souza Costa disse...

Bom mesmo é sonhar e deslumbrar-se com o contentamento.
Adorei o seu poema
Belissimo e interessante

TITA disse...

Querida Sónia,que seria da luz se não conhecesse a penumbra?Esta dualidade é que nos talha para desafios maiores...Belo poema,bem real e concreto.Um abraço.

Raíssa Soares disse...

Mistura de sensações e melancolia numa medida de deixar qualquer um de queixo caído. Parabéns! Belo poema! Intenso. Obrigada por sempre estar presente no devaneios. Beijos!

Drisph disse...

Oh, se eu ao menos pudesse ter uma vida de sensações em vez de uma vida de pensamentos.
A única maneira de teres sensações novas é construíres-te uma alma nova.
Aproveito para divulgar o meu blog; seguindo-o você concorre a sorteio de de livros todo mês. Este é um blog que apoia e incentiva os novos autores.

Adriana
nova autora
http://www.bookess.com/profile/adrianasph/books/

Aline Romero disse...

(acho que eu sempre te li quietinha aqui, então hoje resolvi deixar um alô. espero que esteja bem. abracinho)

Maggie May disse...

e mesmo na dor, a vida ainda segue, se pulsa, ainda vives!

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

As vezes estamos assim.

Parece que
a vida nos engravidou
de vazios...


Viver é sentir os sonhos
com o coração.

Graça Pereira disse...

O tempo cinzento e opaco põe tambem neblina no nosso coração... este bate, estamos vivas mas alma anda tão arredia... que duvidamos da nossa existência!
Um poema lindissimo e forte que poderia ser ( e será...) o retrato de muitos de nós!
Obrigada pelo teu carinho.
Graça

El Sentir del Poeta disse...

Querida amiga, precioso e intenso poema, me encantó vivitarte.

♥•.•°•. ♥Querida Amiga♥•.•°•. ♥
♥Aunque no pueda entrar todo los días♥
♥`*.*´¨) Estas en mi corazón♥•.•°•. ♥
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)Te dejo todo mi cariño.•´ ♥
(¸.•´ (¸.•` * *» ♥.•°•.•.♥::♥♥ Besitos♥♥ ::♥•.•
♥•.•°•. ♥ Que Dios te bendiga♥•.•°•. ♥
♥•.•°•. ♥ (¯`•.•´¯) (¯`•.•´¯)♥•.•°•. ♥
♥•.•°•. ♥*`•.¸(¯`•.•´¯)¸.•´ ♥•.•°•. ♥
♥•.•°•. ♥¤ º° ¤`•.¸.•´ ¤ °º ¤♥•.•°•. ♥
“Un amigo verdadero es alguien que
Llega cuando todos los demás se van,
Y se queda cuando todos los demás
Han desaparecido. Gracias por Estar”
♥*»* ♥.•°•.•.♥::♥♥ Noemí♥♥ ::♥•.•°•. ♥*»*
Que tengas un hermoso fin de semana♥

Milla Pereira disse...

Sonia, passei pra te conhecer e estou encantada com seu espaço. Lindo, harmonioso e sensível, parabéns! Já te sguindo e vou voltar sempre. Bjks

Paulo Bouvier disse...

Maravilhoso!!
Não sei porque mas, me lembra um poema de Machado de Assis...
Simplesmente lindo!

Saiu a 2° parte da série de 3 contos.
(http://paulobouvier.blogspot.com)

Chris... ჱܓ disse...

Às vezes sensações que vêm na noite passam com o raiar do sol...
E que assim seja amiga!

Passando pra desejar-te um belo domingo dos pais...
Felicidades mil.

Ótima semana.
Bjos!

Suely - HD disse...

Sonia,

Estou passando para desejar uma semana vitoriosa.

beijos
Suely

N. Barcelli disse...

às vezes sentimo-nos assim, "sem distinção de matéria e espírito". Mas o importante é que afinemos depressa...
Belo poema, gostei imenso.
Querida amiga Sonia, tem um bom resto de semana.
Beijo.

Maria disse...

Lindissimo poema, nostálgico como por vezes a vida é.
Beijinhos
Maria

Paulo Bouvier disse...

Convido-lhe para ler e comentar a última parte da série de contos "Ser Escritor"
(http://paulobouvier.blogspot.com)

Obrigado.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Amiga querida!

Há dias assim:somos inteiras e nos sentimos em pedaços!!!

Você diz isso com extrema beleza!

Um beijo e meu carinho!

Sonia Regina

Majoli disse...

Minha querida, sensações que muitas vezes me invade também.
Linda e triste poesia.
Amo te ler.

Beijos com muito carinho.

Maria Clarinda disse...

Lindo!!!! Beijos

MARILENE disse...

Você penetrou na paisagem de forma tão bela! Mas em ambas, a vida, esperando pelo novo despertar.

Bjs.

BLOG DE POESIAS DO PROFEX disse...

Senti-me fora do corpo ao ler este poema...
Muito bom.
Um grande abraço!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...