26 de out de 2011

DESTERRO






DESTERRO
Sonia Pallone


"...Há muito tempo sim que não te escrevo...
Ficaram antigas todas as notícias.
Eu mudei, não sou mais a mesma
O encantamento quebrou...
 
As músicas do nosso amor,
estão hoje adormecidas...
Guardei-as num canto qualquer
Arquivei-as, junto com as cartas,
com os poemas e com a minha saudade
que por acaso, hoje bateu...
 
Te vi nos meus sonhos,
e meu coração machucado de lembranças
acordou dolorido...

 
É tudo tão distante...
Tanto espaço vazio ficou, e no entanto,
eu acordei hoje tão perto de você!
Com uma vontade tão grande de
"matar a saudade do longe..."
Uma sensação de perturbação
que me faz desejar
continuar assim, de olhos em desmaio...

 
Não vou te mandar notícias não...
Elas envelheceram comigo
dentro da impiedosa extensão
do meu tempo.
Simplesmente isso..."



25 comentários:

RESILIÊNCIA disse...

Poetisa Sonia

Como sempre... arrancando da alma todos esses sentimentos. lindo...

um grande abraço

Pelos caminhos da vida. disse...

Uma boa noite para vc.

beijooo.

OceanoAzul.Sonhos disse...

Que fiquem os sonhos...

Sempre um encanto lê-la, adorei a imagem!

um beijinho
oa.s

Vera Lúcia disse...

Sonia querida,
Você é sempre mágica em seus poemas.

Apesar do encantamento quebrado o sentimento vivido ainda traz saudades...

Muito belo!
Beijos.

Sueli disse...

Esses sonhos... por vezes cruéis demais. Esse coração... que nos deixa enlouquecer de realidade somente por uma noite de sonho... Aí, amiga, como toca fundo o que dizes aqui! Um beijão!

edumanes disse...

Triste está no desterro
Se cansou de escrever
Sem vontade mais não te quero
Mas desejo muito de te ver
São muitas as saudades
Que perturbam meu coração
Por causa das falsidades
Vive triste com sua paixão.

Não esteja triste, seja muito feliz
durma bem e tenha lindos sonhos.
Desejo uma boa noite para você
Amiga Sonia Pallone,
Um beijo
Eduardo.

"Alma Exposta" disse...

Meu Deus, que lugar lindo...! Obrigada meu Pai por mi dar oportunidade de conhecer seres tão especiais. Te seguindo encantada...!

"Almas sensíveis me atraem...!

Saudações Poéticas...!

Zilani Célia disse...

OI SONIA!
QUANDO O AMOR É VERDADEIRO,NÃO SE ACABA,APENAS ADORMECE, PRINCIPALMENTE QUANDO NÃO É CORRESPONDIDO, OU A PESSOA ALVO DESTE AMOR,NÃO O MERECE.
http://zilanicelia.blogspot.com/
ABRÇS

Maria disse...

Amiga há lembranças que são tão dolorosas que o melhor é deixá-las bem guardadas no fundo do baú das nossas memórias. Como sempre um poema lindo.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

TITA disse...

Amiga,a vida em permanente mudança a colocar-nos à prova...Um belo poema.Um abraço.

L.S. disse...

às vezes é assim que se sente...

Sonhadora disse...

Minha querida

Como sei do que falas...por vezes queremos convencer-nos que está tudo arrumado dentro de nós, mas em qualquer momento, voltam as recordações novamente.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Simone Huck disse...

Quantas palavras e quantas saudades que as vezes, simplesmente, temos que engolir?
Doeu, sabe?
Doeu algum lugar aqui dentro de mim essa sua linda poesia.

Ah, Donha Soninha. Eu AMO seus escritos viu.
Um beijo carinhoso e a minha saudade de vc.
Sua Si

Nilson Barcelli disse...

Excelente poema, intimista... uma espécie de carta poética que é um lamento de amor.
Gostei imenso, foste brilhante.
Querida amiga Sonia, tem um bom feriado e uma boa semana.
Beijos.

Vieira Calado disse...

A solidão é uma das características do homo sapiens!

Bjsss

Rangel disse...

Lindíssima poesia. Tocante. Envelhecer de amor. Morrer de amor. Doce e profundo.

beijo

Rangel

Sônia Silvino disse...

Soninha!
Um lindo poema cheio de sensibilidade. Ainda mais com essa música ao fundo: ficou divino!
Beijos meus!

Marise Ribeiro disse...

Querida Soninha, há momentos em que, mesmo sendo de regozijo ou de descanso, nos sentimos desterrados de algo ou de alguém. Estou de volta e senti saudades desta sua sensibilidade que apazigua e complementa almas carentes de belas poesias.
Beijos saudosos,
Marise

edumanes disse...

A você no desterro?
Venho bom feriado lhe desejar
Para que não fique no desespero
Você aí e eu aqui vamos os dois comemorar.

Um beijo
Eduardo.

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema...Espectacular....
Cumprimentos

Por Amor disse...

Sônia escrevi algo em meu blogger para que vc pudesse refletir , pois no verdadeiro amor não existe velocidade perfeita ,a velocidade perfeita é estar ali , no verdadeiro amor nava fica velho nem morre pois ele resnasce sempre por se só ....é eterno , mesmo tendo que morrer ele sempre germina coragem coração lindo e valente , pois sua gloria é só amar ... bjs Pedro.

Helinha disse...

Olá, querida!!

Esse poema doeu bem lá no fundo da minha alma, das lembranças, da saudade e da certeza do que se foi...

Lindo demais, profundo demais!!

Beijos!!!

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Sonia

mais um poema transbordando sentimentos, mas desa vez além da poesia adorei a arte, a imagem ficou muito bacana também...assim como as outras, as anteriores que fui dar uma olhadinha
Gosto quando a imagem consegue significar tão bem o poema...
Um abraço na alma
Bjo

Sonhadora disse...

Minha querida

Passando para te deixar um beijinho e desejar-te uma boa semana.

Sonhadora

Maria disse...

Amiga Sonia passei para desejar um bom restinho de domingo e uma excelente semana.
beijinhos
Maria

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...