8 de jun de 2011

IMAGEM DO FIM...



IMAGEM DO FIM
prosa poética - Sonia Pallone

"...A luz forte do sol entrou na sala pelas venezianas...Respirei fundo, enchi os pulmões de ar... Podia me perceber, ver meus pés, meus braços; lá estava eu... Tudo havia terminado, mas eu continuava ali, no mesmo palco onde se desenrolou nossa história. Foi como se um vinho quente fluisse através de mim, deixando-me numa embriaguez modorrenta,elétrica... Despedi-me dos fatos que culminaram naquele momento, sentindo que alguma coisa ainda ficava ali, testemunhando aquele fim sob a superfície do meu entendimento, aguardando que eu a alcançasse e sentisse... A porta continuou trancada, impassível e enigmática, apenas ressoando a batida forte que ficou no ambiente...Através do vidro da janela, vi um pedaço de céu perfurado pelas pontas verdes, afiadas dos pinheiros... A manhã se fez crepúsculo e o crepúsculo se fez noite de lua cheia, prateada.... Sufoquei. Estava presa sob um provocante retângulo de noite e de uma atmosfera que me envolveu com seu abraço compacto, esmagador..." 

42 comentários:

ABL disse...

Sonia!!! Já conhece o nosso projeto? Pois bem, a ABL surgiu no fim do mês de abril de 2011 com o propósito de divulgar e fazer-se reconhecer a obra do escritor brasileiro (seja em que gênero for)! Seria de nossa imensa felicidade sua participação em nosso projeto! No momento estamos realizando um concurso. Quer participar? Veja como aqui neste link: http://associacaoblogueiradeletras.blogspot.com/2011/06/1-concurso-abl.html ou participe de nossa comunidade no orkut e saiba mais: http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=113758892

Atenciosamente,
Equipe ABL

MARILENE disse...

Seu blog está lindo! E me encantei com o texto, cheio de sentimento.
Você explora com grandeza as palavras.

Bjs.

Vera Lúcia Duarte disse...

Sônia,
Sua prosa poética foi de perder o fôlego.
Parabéns por este dom maravilhoso.
O blog ficou ainda mais lindo.
Estas músicas de fundo aquecem meu coração.
Beijo e obrigada pela visita.

Sandra disse...

uma leitura de tirar o fôlego.
Excelente!
Beijinho

TITA disse...

Sónia,neste texto também se vê um pedaço de céu.Muito bonit e o blog está lindíssimo.Um beijinho.

OceanoAzul.Sonhos disse...

Sónia, li, fechei os olhos e degustei, muito bom mesmo.
Parabéns amiga.
um beijiho
oa.s

Lu Nogfer disse...

Linda prosa,amiga!

Obrigada por nos dar o prazer de tao belas leituras!

Beijocas

✿ chica disse...

Que maravilha de texto,Sonia, toda sensibilidade aparente aqui.LINDO! beijos,tudo de bom,chica

Jeferson Cardoso disse...

Oi, Sonia! Pude ver cada imagem e sentir cada sensação proposta por seu texto. Muito agradável. Parabéns! Obrigado pelo carinho e generoso comentário em meu último texto, querida! Um grande abraço!

João Ludugero disse...

Aluísio, boa noite!
Que maravilha de texto!
Que beleza de blog. Já te sigo com alegria!
Hiper abraço,
João,poeta.
www.ludugero.blogspot.com
Até mais!
Se puder, me visite e, querendo, me siga. Vou adorar ter por lá seus coments.

Marly Bastos in "palavreados ao vento" disse...

A dor entorpece a vontade e a gente fica legárgica, sem ver o tempo passar e vendo o tempo passar...
Lindas palavras Sonia. Sua prosa é muito sensível e gostosa de ler.
Beijokas e obrigada pela visita.
Vou seguir-te.

angela disse...

E como esmaga...
Muito bem descritas as emoções de um fim que não se deseja.
beijos

ju rigoni disse...

A dor do fim impõe esse tempo que passa sem passar; essas janelas que só expõem a paisagem de dentro...
Triste e belo.

Bjs, querida. E inté!

EDER RIBEIRO disse...

Uma prosa que não nos permite piscar os olhos por ser eletrizante. Bjos.

SOL da Esteva disse...

Sonia Palone

Quem pode ficar indiferente a um texto com esta profundidade? Lê-se de um só fôlego e sente-se que nos ficou faltando o ar.
Bom. Muito bom, Amiga.

SOL
http://acordarsonhando.blogspot.com/

Helena Chiarello disse...

Emoções perfeita e intensamente descritas, imagens vivas e fortes nessa prosa mais que poética!
Envolvente e bonito, mesmo falando tristezas...
Sempre um presente ler você, Sônia!
Beijo grande e meu carinho.

Pena disse...

Magistral e Perfeita Amiga:
"...Através do vidro da janela, vi um pedaço de céu perfurado pelas pontas verdes, afiadas dos pinheiros... A manhã se fez crepúsculo e o crepúsculo se fez noite de lua cheia, prateada.... Sufoquei. Estava presa sob um provocante retângulo de noite e de uma atmosfera que me envolveu com seu abraço compacto, esmagador..."

"Isto" é ouro literário. Linda.
Escreve com um talento grandioso e enorme que faz arrepiar pela ternura, beleza e encanto.
Parabéns.
Bem-Haja, pela visita maravilhosa no meu blogue que gostei muito.
Sempre a lê-la com respeito pelo ser humano extraordinário e perfeito quer é no que concebe de maravilhar.
Beijinhos de pura amizade sincera.
Sempre a admirá-la

pena

É notável, amiga, numa fantástica eloquência verbal de excelência.
Bem-Haja, divinal amiga.
É maravilhosa.
Adorei.

Everson Russo disse...

Um cenário perfeito de vida,,,cheio de sentimentos...grande beijo de bom sábado pra ti querida.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Chegar ao seu blogue é chegar a um
sítio de uma beleza e sensibilidade
tão grande que fico sem possibilidade
de expor em palavras o que sinto,
mas é BOM, muito BOM.
Beijinho
Irene

Maria disse...

Amiga seu blog está lindo e o texto é de uma extraordinária sensibilidade, maravilhoso.
Bom domingo
Beijinhos
Maria

Nuestro Cielo disse...

Sonia,

E quem disse que o fim não é um começo disfarçado?
Lindo texto!

Desejo-lhe um ótimo fim de domingo e uma semana abençoada.

Deus seja contigo.
Abraços!

Wilson

Sandra Botelho disse...

Soninha você é perfeita com as palavras...Nos faz sentir cada palavra ...beijos e feliz dia dos namorados

Liliam disse...

imagem do fim, com certeza o re-inicio de inúmeras outras coisas; linda prosa...

bjs

Um brasileiro disse...

oi. tudo blz? estive por aqui. muito legal e interessante. gostei. apareça por la. abraços.

Vera Lúcia Duarte disse...

Olá Sônia,
Vim desejar-lhe um lindo dia e agradecer pela visita ao meu recanto.
Beijos.

MARILENE disse...

Obrigada pela visita. Sempre venho
nmesse seu maravilhoso espaço para ver se já colocou algo, sempre encantador.

Bjs.

Runa disse...

Cheguei aqui através do nome do Blog e vim ver se tuas palavras faziam jus ao nome escolhido. Saio satisfeito, com a promessa de voltar mais vezes...

Abraço

Runa

Sonia Pallone disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
. intemporal . disse...

.

.

. profético . poético e pictórico .

.

. des.lumbrante .

.

. um beijo, Sonia .

.

.

Elaine Barnes disse...

Um espetáculo amiga,pude vivenciar esse retangulo.Baita inspiração heim! Parabéns. Agradeço as palavras em meu blog viu,adorei! Montão de bjs e abraços

Evanir disse...

Hoje mais uma vez com uma colinha
até ficar bem e poder digitar
a vontade sem sentir dor
nos meus dedinhos.
ESTOU COM TENDINITE E
FAZENDO FISIOTERAPIA
TODOS OS DIAS.
Nem por isso deixarei de
me fazer presente a cada amizade
para mim tão sagrada.
Deus abençoe sua semana ..
beijos no coração..Evanir..
Te Amo..Te Amo...

Antonio disse...

Querida Sonia:
Felizmente após a noite, amanhecerá outra vez.O amor é assim, de dias e noites,abismos e nuvens. Adoro seus textos. Vindo aqui pra me esquentar na luz da poesia . Beijos

MARILENE disse...

Sonia, tem um selinho pra você lá no meu blog. As mesmas regrinhas de sempre (rs). O que vale é a lembrança.
Aliás, estou levando o seu, que só agora prcebi.

Bjs.

Miguel disse...

"A porta continuou trancada, impassível e enigmática, apenas ressoando a batida forte que ficou no ambiente..."

Belíssima prosa minha cara Poetisa. Palavras de uma imensa fôrça literária, demonstra todo o teu talento e a grandiosidade de tua inspiração.

Bj querida, até qualquer...

Tais Luso disse...

Oi, Sonia; texto triste, belo, tenso e elegante!
Parabéns, amiga, esta é a sua marca.

Meu carinho pra você.
Tais Luso

Suely - HD disse...

Olá Sonia,

Quero agradecer seu comentário em meu blog (níver).

Amei,

Muito e muito obrigada,

beijos
Suely

ju rigoni disse...

Oi, querida! Cá estou debruçando-me à sua janela, e como você ainda não atualizou, passeando novamente os olhos nessa paisagem triste e tão bela.

Deixo-lhe meu beijo, meu abraço, e meu desejo de que você esteja bem. Inté, amiga!

Sueli Gallacci disse...

Sonia...

O fim impõe e exige o recomeço... ainda que seja refazendo caminhos numa volta incerta e trôpega.

Lindo seu texto, parabéns!

Um beijo grande.

Miguel disse...

As noites possuem essa faculdade de nos abraçar com sua negritude solitária e gélida.

Belíssimas palavras querida, até outras...

Geisa Machado disse...

Todo final traz consigo uma sensação de esmagamento e vc a descreveu brilhantemente. Vivenciei cada palavra sua.
Ótima semana pra vc querida!
Bjussss

claudete disse...

Sônia ..literalmente encantada, como sempre ,ler silenciosamente e mergulhar de cabeça no seu texto envolvente e entender que o conforto do abraço , mesmo sufocado por uma fresta qualquer nos comove e nos aquece a alma.Somente uma poeta sensível pode transmitir tudo isto. Obrigada querida! Abraços.

Poemas del Alma disse...

Querida amiga, es una delicia leerte, precioso!!!
besitos para ti, que Dios te bendiga.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...