18 de ago de 2009

INCERTEZAS


INCERTEZAS

Sonia Pallone



"... Já não sei se quero...
Os farrapos se juntam em um lugar qualquer,
cantando um hino de liberdade
totalmente bêbado no compasso...
Sementes de uma elite mal fecundada

que não brotam na terra do sonho...
Escorrego no tempo e o universo me sorri de longe.

Transparente, sem cheiro,
sou essência nesse frio que transita entre os corpos.
Teria me escapado das mãos

o que me reserva o futuro?
A expectativa se esvazia em música.

O CD gira enquanto rolam meus pensamentos...
A deriva estou ..."



9 comentários:

Su disse...

A incerteza é algo que machuca...

bjosss!!!

Daniel disse...

Só uma palavra para esse seu poema: LINDO. Bjus.

http://contesta-acao.blogspot.com

Hod disse...

Sonia querida amiga!!
Senti-me bastante motivado com seu comentário. Busco na alma a sensibilidade para efetivar meus rabiscos em pixels em Kbts, Obrigado!!
A nova imagem ilumina seu espaço.

Esse novo poema traduz o sentimento reluz.
Beijos na superfície de sua alma!!

Alôha!! Boa semana!!

Hod.

Majoli disse...

Querida amiga, que lindo layout, amei.

Incertezas é lindo, quantas vezes fico assim a deriva.

Beijos no coração.

Su disse...

As incertezas às vezes nos maltratam tanto né?


bjosss!

A.S. disse...

Soninha...

É uma delicia ler-te!
Tu és especial...


Beijos!

Guto Oliveira disse...

Sonia, o futuro é sempre incerto. Nunca se pode mesmo ter certeza... Eu também ando à deriva. Beijo.

http://quasepoema.zip.net

Anônimo disse...

Querida poetisa:
Seu poema é lindo..lembra Clarice Lispector, que aliás, disse, sobre saudade : "Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida.(Clarice Lispector)
A saudade nos deixa à deriva realmente e não passa, não passa.. beijos, bom restinho de semana.. touche - http://poetasdeguarulhoseoutrosversos.zip.net

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...mirando
lunas
la
noche
lloraba
piedras
del
alma
por
tener
seda
blanca
con
estrellas
del
firmamento
ahora
tuyas
sonia
en
tus versos
dentro...



desde mis ---horas rotas---

te sigo sonia , y comparto

tus poemas de luces y pasion

llenos de vida.

con un fuerte abrazo,

afectuosamente:


jose
ramon...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...