30 de jan de 2012

NÃO SEI DE ONDE VEM





NÃO SEI DE ONDE VEM...
Sonia Pallone
 
"...Não consigo explicar porque
meus dedos se perdem assim
nas teclas estáticas do meu computador...
Acho que esse desejo de falar com as palavras,
 nasce em mim simplesmente,
como se fosse um diálogo infinito que desconheço...
Não sei se vem da tela ou se  escorre da alma,
A única certeza que tenho,
é que essa impressão vem assim, 
tão forte,
cada vez que sinto seus passos,
 brotando na rua do meu coração..."


Série Curtinhos 


Frases que eu Amo




Visitem minha Comunidade





20 de jan de 2012

APENAS POESIA




Apenas Poesia...
Sonia Pallone

"...A dor se cansa
numa lágrima simplificada.
É o contexto de mim.
Confesso, Deus, 
que agora é apenas
um desejo de poesia...
Dormir de mãos dadas...
O mundo girando,
me dizendo que em alguma parte
há coisas que desconheço...
O mistério é uma nave quieta,
frágil e silenciosa  
flutuando sobre o mar...
Eis a paz desejada!
Hoje é um dia igual a 
todos os outros,
por isso, talvez, me sinto invadida
por esse acúmulo de vida,
essa ardência leve
como  vapor de água fervente...
Um medo de não estar presente
em todos os pensamentos...
Iluminada pelo clarão do dia,
deixando vazar o sentir,
apenas e sobretudo o 
sentir..." 


SÉRIE CURTINHOS





FRASES QUE EU AMO



15 de jan de 2012

ANOITECENDO



Queridos amigos e seguidores aqui do Solidão, pela primeira vez eu criei uma comunidade no Face chamada Pedacinhos Coloridos,  comecei essa semana, então ela está apenas engatinhando, muito embora o retorno tem sido maior do que eu esperava. Coloco lá os Cards que faço com o maior carinho, desses que tenho colocado aqui ao final dos poemas,  portanto acho que vocês irão gostar,  por isso, peço que dêem um pulinho lá e cliquem em "Curtir" vocês estarão me ajudando na construção dessa casinha de poesia e de palavras coloridas...Acessem por aqui, 
um beijo e muito obrigada pelo carinho de sempre!!! 
Soninha Pallone





ANOITECENDO
Sonia Pallone



 "...O eucalípto se agiganta e toma forma,
indo assim, displicentemente,
 de encontro ao céu,
enquanto a luz dourada do entardecer
cumprimenta os ramos solitários
de um jeito afetuoso e sedutor...

Sinto um perfume doce
de hortênsias no ar,
compactuando com o som apaziguado
da água que cai
por entre as pedras da encosta...

Finalmente, todos os ecos,
coisas e vozes se calam...

Toda essa impressão sensorial
se despede,
caminhando ao encontro da noite
com sua cilada de estrelas
e sombras retraídas... "


Minha Série Curtinhos


4 de jan de 2012

SEM CULPA



SEM CULPA
Sonia Pallone
 
"...Qual a origem desse frio
que se instala?...
Ventos fortes  varreram
toda a sujeira da alma
abrindo as minhas cortinas...
 Antevejo um final onde petrifico
 as lágrimas em meus olhos
e  na busca desesperada do chão,
elas relatam sem culpa
todas as minhas
divergências e pecados..."




Da minha série Frases que eu Amo 





Da minha Série Curtinhos



Da minha Série Caio F.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...