9 de mai de 2011

INVERSO



INVERSO

Soni@ Pallone


"...Você é a magia

que me empurra pelo abismo,

cortando as asas

que poderiam salvar-me...

É o infinito que abreviou

meus caminhos.

A fantasia da minha realidade.

A vitória do meu impossível.

O repleto do meu incompleto.

O sim do meu não,

O começo do meu fim.

A loucura da minha razão...

O éco do meu grito.

Minha vontade sem querer.

A única estrela do meu céu.

Você é todo o meu inverso e eu...

                não sei quem sou na verdade,

                porque de tanto 

               confundir a realidade

                já não sei se ainda te amo, 

               ou se  já morri  por este amor!.."


 

24 comentários:

angela disse...

Triste, amiga!
Beijos

✿ chica disse...

Lindo,lindo,apesar de triste!beijs e um dia lindo!chica

José Sousa disse...

Já não sei ainda te amo,
ou se já morri por este amor!

Muito lindo este poema querida Sonia!

Beijão no coração

Um brasileiro disse...

oi moça. tudo blz? estive por aqui. muito lindo. gostei. apareça por lá. abraços.

Um brasileiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rô... disse...

oi Sonia,

uma beleza de poema,
mas me trás muita tristeza,
não gosto de finais que não sejam felizes...
ainda sou uma romântica
incurável,
que adora finais felizes...

beijinhos

Samaryna disse...

Querida Sonia, você falou muito bem sobre a entrega e submissão. Deixo o meu afeto

Ricardo Calmon disse...

MON DIEUX,ARREBTADOR POST ESSE, MININA SONIA!AMEI AMEI ET AMEI

BZUZX

VIVA A VIDA

Sandra Botelho disse...

melhor morrer de amor, que viver sem ao menos senti-lo.Lindinha...saudades...Beijos achocolatados

Sonhadora disse...

Minha querida

Verso e reverso...dum amor imenso e como todos os amores são feitos de sorrisos e dor,como sempre os sentimentos navegam à flor da pele.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

TITA disse...

Belo poema Sonia.O amor quantas vezes nos afasta da realidade de nós próprios.Um abraço.

OceanoAzul.Sonhos disse...

Magnifico e muito real. Já tinha saudades de te ler :)
abraço apertado
oa.s

Ulisses Reis ® disse...

Muito obrigado pelo teu carinho, e tenha uma noite belíssima, te adoro, mil beijos !!!

Jefhcardoso disse...

Sonia, devastador o amor expressado em INVERSO. Parabéns!
E que coisa linda e generosa o seu comentário em meu blog! O senti como a um abraço. Muito obrigado! Posso lhe adiantar que o Armelau fica para o almoço. Coitado! [sorrio].

Vera Lúcia Duarte disse...

SONIA,
QUE POEMA MAIS LINDO!
AMOR SEM LIMITE. ENTREGA TOTAL.
APAIXONANTE!
GOSTARIA QUE CONHECESSE MEU RECANTO.
NÃO TEM A VER COM POESIA, MAS SERIA MUITO GRATIFICANTE PARTILHAR
MOMENTOS COM VOCÊ.
ABRAÇO.
(http://nuvemdeestrelas.blogspot.com)

Pri - Cantinho disse...

Sonia...

Não sei se é bom ou ruim deixar que alguém passe a ser tanta coisa assim para você. Ser tudo.

Tenho medo. E prefiro que ele seja tudo, naquele momento. E não sempre...

Bjo

ju rigoni disse...

Belo poema, Soninha; às vezes, o amor vai virando a gente para dentro, apresentando-nos tantas interrogações, tantas reticências... Fica tão difícil compreendê-lo quanto compreender-nos.

Bjs, amiga. E perdoe a demora. Ainda estou bem enroladinha por aqui. Inté!

Majoli disse...

Amiga querida, já tinha vindo te ler, mas não consegui expressar o que senti.
Retorno, leio-te de novo e me perco nas palavras...em mim dói, mas não posso mais me entregar, a vida continua e o passado que fique no lugar dele, lá atrás.

Beijos enormes no teu coração.

Elcio Tuiribepi disse...

Po Sonia...obrigadop pelo bonito comentário lá...o Brown era realment um rapaz muito querido, basta ver acima do seu o comentário do meu irmão...também achava o mesmo que você..ele tinha um sorriso de gente boa..e era mesmo
Quanto ao seu poema...ele parece um desabafo...um grito...mas também lembra calma, assim, de quem sabe o que sente...
Um abraço na alma...bom fim de semana
Beijo

claudete disse...

Sônia ,belo! cortante ...poema que diz tudo para todos...dor compartilhada por aqueles que de tanto amar já perderam sua identidade...as vezes me pergunto se amamos ou se somos apenas apaixonadas pelo amor... Gostei demais minha querida.Beijos.

Antonio disse...

Lindo poema!lindamente triste e desesperançado. O amor nos deixa assim mesmo,às vezes não sabemos se é céu ou abismo.mas o amor sempre nos ensina alguma coisa.
amo teu jeito de escrever sobre o amor.. beijo grande

Marilu disse...

Querida amiga, o amor muitas vezes entra em nossas vidas de forma desmedida, ficamos perdidos, nada mais importa, mas sempre restam os bons momentos, aqueles breves em que fomos felizes. Tenha um lindo final de semana. Beijocas

Camila Vasconcelos disse...

Linda, adorei seu blog, amei as belas palavras e já estou te seguindo, depois da uma passada lá no meu estiloinside.blogspot.com.

Beijooos.

Camila Vasconcelos

Marise Ribeiro disse...

Soninha, querida, mergulho em sua alma e saio banhada de sensibilidade. Inverso é magistral! Parabéns!
Meu carinho, sempre!
Beijos,
Marise

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...