25 de fev de 2010

LAMENTO


LAMENTO
Soni@ Pallone

"...Ligue qualquer hora pra mim...

Numa noite,

no meio da madrugada...

Quando eu estiver ouvindo música

ou lendo meu livro predileto...

No seu momento solitário

reserve pra mim um instante...

Minha saudade agradece..."

26 comentários:

RESILIÊNCIA disse...

Poetisa Sonia

Seu lamento vem da alma...um sentimento...uma espera...uma coisa gostosa. Parabéns

Sonhadora disse...

Minha querida
venho deixar o meu carinho.

Beijinhos
Sonhadora

Hod disse...

A sonoridade desse Tango de Évora faz a saudade movimentar-se pelo tempo e aporta nas docas do peito.

Adorei ler-te Sônia.

Passe um bom final de semana com muitas bençãos.

Beijos,

Hod.

Anderson Fabiano disse...

a humildade dos amantes de mãos dadas com o tom cofessional dos poetas. lindo!
meu carinho,
anderson fabiano

Solange Maia disse...

ligue....

sim, porque esses instantes reservados ao amor são os que nos fazem seguir adiante...

que lindo sonia....


beijos

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

...tormento para os que amam:esperar o toque do telefone!!

Poucas palavras,um mundo de angústias!!

A gente agradece a beleza!

Um beijo!

Sonia Regina

Marise Ribeiro disse...

Soninha, este espaço é um aconchego de sensibilidade. Aqui a emoção e a arte emolduram a vida.
Sempre sua admiradora, deixo-lhe meu carinho e um grande beijo,
Marise

meus instantes e momentos disse...

que bom voltar aqui.
Tenha um feliz final de semana.
Maurizio

Pena disse...

Simpática Amiga:
Alguém algo conquistar o seu doce coração ENORME.
Um Post delicioso. Apelativo.
Faz encantar.
Beijinhos amigos de muita força para as suas incógnitas que só a tornam perfeita.
Com respeito e admiração.

pena

Fabulosa.
Bem-Haja, extraordinária amiga sensível.
Adorei.

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Sonia...com poucas palavras significou a saudade...esse sentimento grande que mora dentro de ti...
Então não espere...ligue...rsrs
Um abraço na alma...brigadim pelas palavras lá no Verseiro...bjo

Felina Mulher disse...

Que lugar lindooo!!!Parabéns Sonia, digno de uma designer...e que bela poetisa que tu és!Vim te agradecer e retribuir a visita...volta sempre....solidão de alma...acho que é isso que eu sinto!

beijos.

cristal de uma mulher disse...

Já que a solidão é tão contagioja nada como a companhia de alguem para desfrutar a vida da vida.
Amiga linda muito obrigada por tua presença e seja muito bem vinda. beijos e já eu te sigo.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Adorei****************************
Sempre reservo um tempo pra Maravilhosa amiga!

*Mesmo que os cantores sejam falsos como eu

Serão bonitas, não importa

São bonitas as canções

Mesmo miseráveis os poetas

Os seus versos serão bons

Mesmo porque as notas eram surdas

Quando um deus sonso e ladrão

Fez das tripas a primeira lira

Que animou todos os sons

E daí nasceram as baladas

E os arroubos de bandidos como eu

Cantando assim:

Você nasceu para mim

Você nasceu para mim



Mesmo que você feche os ouvidos

E as janelas do vestido

Minha musa vai cair em tentação

Mesmo porque estou falando grego

Com sua imaginação

Mesmo que você fuja de mim

Por labirintos e alçapões

Saiba que os poetas como os cegos

Podem ver na escuridão

E eis que, menos sábios do que antes

Os seus lábios ofegantes

Hão de se entregar assim:

Me leve até o fim

Me leve até o fim



Mesmo que os romances sejam falsos como o nosso

São bonitas, não importa

São bonitas as canções

Mesmo sendo errados os amantes

Seus amores serão bons



CHORO BANDIDO



Edu Lobo/Chico Buarque*

Beijos

Demorei um pouco. Estava tomando um sorvete depois do almoço.

Edson Marques disse...

Saudades de você, Sonia Pallone!

E da tua poesia deliciosa!

Flores e estrelas..

Eliane F.C.Lima disse...

Sônia,
A saudade pereniza o momento. Mas machuca pela impossibilidade de retorno.
Eliane F.C.Lima (http://poemavida.blogspot.com)

Hod disse...

Oi querida Sonia, desta vez para agradecer, o carinho que deixastes.
Obrigado querida amiga.

Boa semana pra ti com muitas bençãos,

Alôha,

Hod.

Ricardo Calmon disse...

Olá Poeta Sonia ,um bisquit ,texto amoroso post esse seu!amei!

viva la vida!

A.S. disse...

Soninha... a saudade não tem hora e nada mais importa que o tocar de lábios ou o reflexo da voz...


Beijo meu
AL

Rita Maria disse...

UHUUUUU! Garotaaaaa!!!

Adoro quando leio os comentários no meu Flog e lá no meio daquele pessoal todo eu lhe encontro, com o seu jeitinho, só seu, de dizer as coisas de amizade...

Gosto do que escreve, você dá o seu recado certinho, redondinho, "sem mais delongas"... e sai toda garbosa, deixando a gente com saudade de você...

Boa noite minha linda e té mais... Não acredita em simpatia a primeira vista? Devia acreditar!

Rita

Hana disse...

Vim visitar e achei show, vou vir sempre já estou seguindo!
Que hoje o dia seja emocionante, repleto de acontecimentos fantásticos, e esta semana será a mais especial em sua vida, as palavras tem este poder, então acredite que simplesmente será maravilhosose e será!!! Abraços.
Com carinho Hana

Felina Mulher disse...

Obrigada Soninha pelas lindas palavras que me deixastes lá no Felina...lágrimas rolaram amiga!


Beijos no teu core.

Poemas e Cotidiano disse...

Minha amiga,
Show de Lamento...voce para se expressar eh unica.
Li e "vi" a cena...numa noite.
Maravilhoso. Adoro seus poemas.
beijos com amor e carinho dessa que a tem no coracao!
Mary

Pena disse...

É linda e é Lindo o que escreve.
Sabe, todos os dias me sento na mesma cadeira. Todos os dias olho os mesmos livros. Todos os dias penso o que faço aqui?
Só sei que olho. Sinto. Penso. Sou.


Choro. Rio. Emociono-me. Entrego a minha Alma sonhadora. Irreal ou Real. Sei lá?
Poderia fazer outras coisas. Poderia deixar de me sentar, de me comover, de me sentir e de me ser.
Todos os dias toco, aprazivelmente, as mesmas pessoas. Aprendo com elas. Revejo-me nelas. Entendo-as ou penso que as entendo. Se calhar não as entendo? Nada mesmo. “Visto” uma “capa de sentimento” de fazer por entender o Mundo que me envolve e delícia.
Beijinhos doces.
Maravilhado por si.
Com respeito.


pena


Espero que me entenda, sim?

Val disse...

Palavras calmas... q falam por mim, por nós. LIndo... amei voltar e obrigada pela visita, bjs

Su disse...

Ah a solidão das noites e madrugadas. Nada melhor que o calor de alguém nesse momento!

bjosss!

Tais Luso disse...

Sonia:

'Na prosperidade, nossos amigos nos conhecem; na adversidade, conhecemos nossos amigos'.
(John Collins)

O amigo verdadeiro é aquele de quem falas nesse belo poema.

Beijos, amiga.
Tais luso

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...