3 de nov de 2009


ENTREGA
Sonia Pallone


"...Te entrego esta noite
de estrela apagada
e o olhar tão despido
de sonho e de vida...
Te entrego meus dias andados,
os sonhos negados
meus beijos ausentes...
Te entrego a existência sentida
Meu louco passado
e meus dias distantes...
Hoje sou eu
quem tem os olhos cansados,
pela ausencia do tempo
e pela falta do teu olhar...
É noite porque já é hora
É silencio porque há nada
Chove porque o céu
chora comigo
e esconde a estrela que eu mais quero
nesta hora de abandono..."


22 comentários:

Su disse...

Seu poema fazer parecer que tudo ao redor sente o mesmo que vc sente...

bjosss

Daniel disse...

E eu aceito de bom grado rsrs. Lindo poema minha amiga, aliás, como sempre é seus poemas, apaixonantes. Tem texto novo no Sub Mundo. Bjus.

http://submundosemmim.blogspot.com

BARBY disse...

Minha amigo flor! Uma semana linda p vc.

um grande beijoooo na alma

Majoli disse...

Minha querida, que triste tua poesia, espero que não seja o reflexo de sua alma.

Se for, espero que tudo isso passe.

Senti um aperto no peito ao ler-te.

Beijos com muito carinho minha amiga.

Sandra disse...

Ola!
Bom Dia!

Desculpe a demora. Mas no final de semana estava na prais.
Curtindo estes lindos dias de sol.
Vim lhe agradecer o imenso carinho, deixado no blog e a sua doce visita no blog.Amizade se constroem assim... Feitas de quenos momentos.
Conheça os demais blogs. Todos eles são muito especiais, assim como vc.

Muito obrigada pela visita e retribuindo o seu enorme carinho.
Volte sempre.
Sandra.

O amor não mede fronteiras, pode aproximar com mais garras.
Desejo um lindo dia cheio de amor e paz para você.

LINDA MENSAGEM AMIGA.
FICOU BEM LINDO A NOVA CARA DO BLOG.
ESTA IMAGEM FICOU DEZ.
COM CARINHO.
SANDRA

Mågø Mër£Îm disse...

Vc tbm tem facilidade pra se expressar em palavras...

grande beijo

O Profeta disse...

Frias pedras, negro basalto
Sentinelas do receio à tempestade
Testemunhas da viajem do tempo
Cobertas de sal, guardiãs da verdade

Mas, não há duas reais verdades
Não há rios que correm para o alto
Não há amor num coração que mente
Não há ternura sem viver o momento


Vem viver a minha cidade inventada


Doce beijo

Ari Mota disse...

cara Poetisa


Pelo são seus escritos e seus sentimento. Parabéns

Val disse...

Entregar nos dá esse vazio... Entregar demais! Bom ver coisas lindas, alimenta a alma, beijos, val

Elcio disse...

Adorei o modo como vc tratou este tema:Entrega.
Passou longe dos chavoes tradicionais.
Mt bom mesmo.

"[ ]Te entrego meus dias andados,
os sonhos negados[ ]"

Queria ter escrito isso...rss

Bjao e otimo fds.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga.
As vezes o amor ofertado doe mais.
Mas não podemos esperar o amor na mesma intensidade que o distribuímos.
O amor dirige o seu próprio curso, e somente ao amor pertence.
Lindo final de semana para ti.

Guto Oliveira disse...

Sonia, o sujeito apaixonado se entrega, é inevitável. E tudo pulsa em função desse sentimento. Seu belo poema reflete isso, por esse motivo nos toca a todos. Beijos.

http://quasepoema.zip.net

edson marques disse...

Também eu estavacom saudade de você!


E dos teus deliciosos poemas.

abraços, flores, estrelas...

Anônimo disse...

Querida poetisa:
Adoro quem se entrega assim como você, corpo alma e tudo ao redor..
Vim te desejar uma ótima semana
beijos, paz e poesia

Touché
http://poetasdeguarulhoseoutrosversos.zip.net

rosa pena disse...

lindo seu blog minha amiga..
beijos e beijos..rosa

O Profeta disse...

Não sei quem vence!
Não sei quem leva a melhor
Só sei que um sorriso teu
Fez desabrochar das pedra uma flor

Com ela teci um tapete
Engalanei a sombra dos teus passos
Escrevi um derradeiro pedido numa pétala
Rogando a infinita ternura dos teus abraços



Doce beijo

Sandra disse...

Bom Dia minha amiga!
Tem um lindo selo te esperando. Venha descobrir onde ele está. Olha está em dois lugares.
Venha achar o mapa do tesouro.
Te espero, será um grande prazer compartilhar com vc.
Não esqueça.
Com muito carinho
Sandra

Lindo poema.
Te esntrego a existência sentida, meu louco passado e meus dias distantes.

Nuno G. disse...

gostei muito de passar por aqui... muito bom!

Sueli disse...

Oh, minha poetisa! Tens um jeito tão intenso de escrever, suas palavras são tão fartas de sentimento que ultrapassam qualquer barreira e faz a gente senti-las bem lá no fundo do coração. Como é lindo o que você escreveu! Apareça lá o meu canto, sua visita o encanta! Beijo Grande!

Michèle Christine disse...

Olá Soninha, hoje dei uma volta por aqui calmamente e adorei, como é bom a gente se dedicar às coisas belas da vida. Suas poesias são momentos de felicidade. Beijins, Michèle

Yara Ribeiro disse...

ô Sônia...brigada por suas palavras e o beijo caiu-me feito um encanto.

na sua prosa viajei entre tempo,espaços e limites!
esse trecho em especial me fez
refém...
"...Todo veneno já foi expelido
Toda heresia já foi rezada
Nada resta do ódio
Nem do vazio..."
fica bem Amiga Nova e SUCESSO!
carinhos...

Simone disse...

Soninha querida!
Todo o amar é assim, uma Entrega, total e absoluta, incondicional...
Se vai dar certo, só saberemos com o tempo, esse bom amigo que tudo cura.Lindo seus poemas!
Muito obrigada pelas palavras de carinho deixadas em nosso livro de visitas.Deus Te abençoe abundantemente.Beijos com carinho e amizade
Simone

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...