27 de set de 2011

NUANCES...






NUANCES
Sonia Pallone


"...Se eu pudesse pintar minha emoção toda vez que te vejo chegar e sempre que te deixo ir, não sei que nuances de cores, usaria...


Impossivel harmonizar formas e gestos, sabores e olhares...Impossivel pintar esse amor! Seu sorriso, seu pensamento vadio, sua perseverança,  nossa saudade que sempre bate antecipada...

As cores para o mundo não importam, pois no meu coração, retratado está, todo o resto que se pode viver do amor...Fomos ligados por momentos que nos fizeram próximos e por toda uma vida que nos fará distantes, não importa...


Mesmo que eu tenha que sair de você, você fica sempre dentro de mim... No meu corpo, na minh'alma, no meu tresloucado coração!..."

20 de set de 2011

Série Curtinhos - 20/09/2011



Olá amigos, fiquei sem internet alguns dias, mas estou de volta e pretendo visitar todos que aqui deixaram um carinho colorido...Amo vocês!!!













5 de set de 2011

MEU AVESSO




MEU AVESSO
Sonia Pallone

          
"...Quem é essa que me esfola
 
e desfragmenta
        Me mata e depois me re-inventa?
        Escolhe meus caminhos,
        Direciona meus passos,
        Retalha minh´alma e me arrebenta
        Como pedrinhas de avalanche
         Num crescendo louco,
          Atropelando meu ser sem ver...
 
        Amante sem companhia,
        Flor e mato sem jardim,
        Poeta sem poesia,
        Sou o avesso de mim..."
 

1 de set de 2011

PONTO FINAL...





PONTO FINAL 
Sonia Pallone
 

 
"...Tentei ser forte o suficiente, para fugir de você, quando te encontrei por acaso.  Não refreei a saudade que ficou encarcerada em mim tanto tempo e me deixei levar... 

Fui pecado personificado. Traça que naquela noite exterminou de vez um passado que insistia em ser presente.... 

Nos amamos como dois náufragos, separados por um mar que nos jogara para lados distantes e diferentes... Tudo aconteceu como um sonho real e saímos inteiros dos pedaços que juntamos... 

Talvez estejamos ainda um no outro, ocultos dentro das nossas lembranças, sinto isso agora, depois de ter lançado fora todo o estígma da nossa história...

Ficamos como ponto final de um parágrafo grande demais. Protagonistas exaustos de um romance que  a vida escreveu..."


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...