7 de abr de 2011

SONS INTERIORES









Sons Interiores
Sonia Pallone

"...O tempo escuro lá fora,
 canta uma toada gritante 
 de abananços, chuvada e ventania, 
enquanto árvores enlouquecidas se contorcem, 
 gingando com o açoite da natureza...
Enquanto isso,  aqui dentro de mim,
 tento escutar e entender
 qual é esse som que se instala 
e  me faz viajar perigosamente,
 no rio de um  tempo pronto pra me afogar,
'desesperando'  ao saber,
 que a margem é logo ali..."





34 comentários:

Roberta disse...

Querida amiga, não se deixe levar pela correnteza, lute contra tudo o que a quer levar, pois a margem e a terra firme estão logo ali. Lindo demais. Beijocas

Marilu disse...

Querida amiga esse comentário da Roberta é meu rsrs., agora é meu e dela. Beijocas

Antonio disse...

a canção da poesia está também na tempestade que ela tem na alma. A poetisa é a poeta. Obrigado pela visita carinhosa. Beijos

José Sousa disse...

Olá Sónia!
Mais uma vez aqui estou apreciando os seus postes.
Muito obrigado pela forma que comentou lá no meu blog "Transpondo Barreiras"! Me deu muita força mesmo!

Um grande abraço e um beijo
Bom fim de semana.

OceanoAzul.Sonhos disse...

Escuta, querida amiga, escuta a tua voz interior e ouve o que te diz, nem sempre é fácil decifrar...
beijos
oa.s

Marise Ribeiro disse...

Que seus sons interiores continuem ecoando através de suas emocionantes letras!
Parabéns, minha querida!
Beijos,
Marise

Janaina Cruz disse...

Que poesia linda minha querida...

Existem os sons que nos confundem, e os sons que nos devoram, existem os que vem e ficam, e os que vão embora...

Abraços pra ti

Silenciosamente ouvindo... disse...

Um post muito interessante, como
é seu hábito.
Bom fim de semana.
Bj.
Irene

✿ chica disse...

Maravilhosa e intensa tua poesia,Sonia! um beijo tudo de bom,chica( aqui tb. cultivamos a fada do dente e coisinhas mágicas desse tipo)Lindo fds!chica

Sandra disse...

Luta contra a corrente e alcança a margem!
Beijo

Pena disse...

Linda e Esbelta Amiga Poetiza:
"...Enquanto isso, aqui dentro de mim,
tento escutar e entender
qual é esse som que se instala
e me faz viajar perigosamente,
no rio de um tempo pronto pra me afogar,
'desesperando' ao saber,
que a margem é logo ali..."..."

Simplesmete doce e terno.
É fantástica.
Parabéns sinceros. Uma delícia adorável.
Abraço amigo pelo seu talento poético.
Com respeito profundo e sempre a admirá-la

pena

Preciosa e extraordinária.
Adorei, amiga gigantesca de talento.
É preciosa.

valquiria calado disse...

•*♥ڰۣ¸.•*♥ڿڰۣ✿ڿڰۣ¸.•*♥ڿڿ•*♥ڰۣ¸.•*

Sobre o amor

Fácil de acontecer, difícil é descrever.
Amar é sentir sem querer, é querer sem perceber.
Fugaz ou duradouro, não importa o tempo, o que vale é o sentimento.
Que o eterno seja pra sempre, mesmo que seja breve.
Sobre o amor é tudo que não sei, daquilo que já sei.

Fim de semana de luz e paz,
abraço.

ڿ•*♥ڰۣ¸.•*♥ڿڰۣ✿ڿڰۣ¸.•*♥ڿڿ•*♥ڰۣ¸.•*♥ڿڰۣڿڰۣ

Brasileiros enlutados ♥♥♥♥♥♥♥♥♥...


ڿ•*♥ڰۣ¸.•*♥ڿڰۣ✿ڿڰۣ¸.•*♥ڿڿ•*♥ڰۣ¸.•*♥ڿڰۣ

Natural.Origin disse...

O tempo escuro...
Um pouco de luz*

Sorriso:)

. intemporal . disse...

.

.

. para mim a margem é sempre aqui .

.

. onde me sento .

.

. rente ao leito da poesia .

.

. um bom fim.de.semana .

.

. um beijo meu .

.

.

Everson Russo disse...

Sons da alma que embalam o coração...grande beijo de bom sabado pra ti.

Helena disse...

E quantas vezes a margem "é logo ali" e parece tão distante...

Sonia amada, que coisa profunda e linda! Gosto imenso desse tipo de poesia! E o jogo que faz com as palavras é mágico...

Sempre bom demais ler você!

Um beijo grandão!

Jefhcardoso disse...

Realmente é preciso coragem para as travessias da vida, e paixão, Sonia
Que bom saber que se aconchega em minhas palavras! Isso foi muito lindo! Aconchegue-se [sorrio]

Maria disse...

Querida amiga muitas vezes sentimos que nadamos contra a corrente e que quando estamos quase a chegar à margem, somos novamente empurrados para longe, mas nunca devemos desistir de lutar. Hoje o dia pode estar sombrio, mas amanhã o sol voltará a brilhar e a iluminar a nossa vida.
Tenha um maravilhoso fim de semana
Beijinhos
Maria

Tatiana disse...

Pareceu-me estar triste...
Que tudo passe. E que em breve o seu versejar seja de felicidades.

Um beijo carinhoso

Tais Luso disse...

Nossa... lindo, tenso e forte!
Parabéns, amiga, um poema muito bem construído.

Um beijo pra você.
Tais Luso

Sandra Botelho disse...

Não pare de remar querida...O barco da vida sempre alcança a margem e lá existem flores a perfumar tua existencia.beijos achocolatados

Chris... ჱܓ disse...

mesmo que nos afoguemos, sempre haverá um salva-vidas... Uma margem para nos segurar.
A vida tem altos e baixos, mas só nós é quem sabemos como passar por eles ou sair desse rio que nos arrasta.

Lindo e um pouco tristinho o poema.
Mas eu gostei, gosto desse estilo um pouco amargurado de escrever... Me identifico... rs

Uma linda semana de muita paz e alegrias para ti.
Bjos!!

Suely - HD disse...

Olá querida Sonia,
boa noite,

Fico muito feliz qdo vc visita meu blog e deixa seus lindos comentários.

Gostei muito do poema!!

Vc é mto talentosa.

Deus abençoe sua preciosa vida,

Abraços
Suely

Elcio disse...

Sempre mt bom receber suas palavras de carinho...apareça sempre, a casa é sua.

Bjks

Graça Pereira disse...

É preciso fugir rapidamente da correnteza que não sabemos para onde nos leva...a margem será sempre mais segura, o nosso porto de abrigo!
Um beijo carinhoso.
Graça

olhar disse...

estes costumam ser os sons mais verdadeiros...

beijos,

Bia

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Há palavras
que de tão parecidas conosco,
parecem nossas,
embora nascidas de
outros corações...

Escrevestes sobre
as minhas margens...

Que haja sempre sonhos
por sonhar.

TITA disse...

Sónia,um post profundo e interpelativo.Bem precisamos parar mais vezes para escutarmos a voz do silêncio.Não o nosso,que esse nem sempre é fecundo.Desejo que a paz e aluz te habitem.Um beijinho.

Majoli disse...

Querida, que você não se afogue, somente mergulhe em busca do teu sonho...e quando o realizar, que leve junto a ti, para a margem, as mais deliciosas sensações.

Beijos com carinho enorme no teu ♥

Anderson Fabiano disse...

Sonia,

Há um rio sim. Na verdade, vários rios... Alguns prontos para nos afogar e outros para nos conduzir à "terceira margem" (Guimarães Rosa). Mas, ainda somos nós que escolhemos os rios.

Meu carinho,
Anderson Fabiano

♫ ♪ Wilson Hardy ♫ ♪ disse...

Amiga,

há vários rios que tentam nos levar nas correntezas com fúria, mas podemos escolher nadar em águas tranqüilas.

Lindo demais, seu poema.

Um beijo no seu coração e tenha um lindo final de semana.

Suely - HD disse...

Olá Sonia,

Tenha um abençoado fds.

beijos
suely

Só Brincos disse...

Adoramos o seu blog e sempre estamos por aqui,lendo tudo rs,já estamos te seguindo.
Glorinha e Rogerio Rinaldi
Designer de jóias
http://sbrincos.blogspot.com
Um ótimo fim de semana
abçs

Gabriel Fernandes disse...

Não mude nada, Soninha. A poesia nasce mesmo da amargura, do perigo, do risco de se afogar em sentimentos contraditórios. As alegrias são transitórias. Viver não é se deixar levar pela corrente do tempo. Viver é também introspecção, é esse sentir profundo e intenso.
Parabéns

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...