14 de nov de 2012

CORES POÉTICAS



CORES POÉTICAS
Sonia Pallone

No abstrato vazio da imensidão das matas
reina a muda solidão...
Nas estradas esquecidas,
o ruído surdo de passos andarilhos
ecoam para ninguém...
Gaivotas, no instante sublime
do vôo solitário,
lançam-se a um horizonte oceânico,
ainda que possam ir e não voltar...
Nas fotografias distintas 
de uma natureza sábia,
pinto com cores poéticas
a tela, que encanta,
o meu olhar...


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...